segunda-feira, 30 de maio de 2011

Crocante de Abacaxi ou Banana


Eu adooooro um crocante!
E esta torta que eu dei o nome de Crocante de abacaxi (já fiz também com banana) é extremamente fácil, deliciosa, irresistível e surpreendente.
Já vou logo avisando que esta torta é pra quem gosta de sentir o croc...croc... da massa, misturada com o sabor delicioso das frutas.
Portanto, se você está procurando uma torta com aquela massa bem fofinha, então faça essa aqui ó, porque esta é super crocante.
Outra coisa, é fácil... fácil... Você só vai misturar os ingredientes com a colher e montar a massa direto na forma.
Depois, botar as frutas por cima, esperar assar e...tcharam...ao ataque!!

                                             Crocante de Abacaxi ou Banana
Numa tigela, misture 3 xícaras (chá) de farinha de trigo + 1 1/2 xícara (chá) de açúcar cristal + 2 ovos + 2 colheres (sopa) bem cheias de manteiga ou margarina com sal. Misture tudo muito bem (pode usar as mãos, mas não é para sovar hein!).

Em uma assadeira untada (usei forma de fundo removível,23 cm de diâmetro), coloque a massa com as mãos e nivele com uma colher "suja" de farinha.

Cubra a massa com 10 bananas fatiadas ou se fizer de abacaxi, corte-os em cubinhos e deixe dar uma ferventada com 1 xícara (chá) de açúcar. Passe por uma peneira para descartar o líquido e quando estiver bem sequinho coloque por cima da massa.


Polvilhe açúcar cristal com canela por cima das frutas e leve ao forno médio preaquecido por 45 minutos ou até dourar.


                             Agora, se você me perguntar, qual das duas eu gostei mais...?


                                Isso é pergunta que se faça?! Das duas... ora bolas!!

27 comentários:

Ivani disse...

Oi Maísa querida!
Que torta deliciosa é essa!!!
Eu adoro o croc croc!!! rs
Não dá pra escolher qual é melhor...as duas são demais!!!
Vou levar a receitinha comigo!
Tenha uma ótima semana.
Bjs

Fabiana disse...

Maisa,
Eu nem ouso perguntar, pois sei que os dois ficaram maravilhosos.
Eu adoro receitas com banana, e prefiro o crocante...hummmmm, chego a ficar com agua na boca só de imaginar a mistura da banana com a crocância da massa.
beijos e uma ótima semana

YES we Cooking disse...

Que torta é essa?? Sensacional!!! Beijos, Cecilia

Amehlia Digital ® disse...

Que delícia!
Também gosto de um crocantim...
E abacaxi é uma fruta tão deliciosa, amei a receita!
...brigadinha por ensinar...
Um bejim!

Aninha **Fairy** disse...

Maisa!!!
Este é o tipo de sobremesa que eu amoooooooo!!!
Tá! Vou só esperar as bananas aqui em casa ficarem maduras e vou fazeeeeeeeer!!!

Nossa, que delícia!!!

Monisilva disse...

Maísa eu também gostei das duas :) por isso podes mandar uma fatia de cada rsrsrs

Beijinho

Andréa disse...

OLÁ QUERIDA MAÍSA!
É DIFÍCIL RESISTIR UMA TORTA LINDA E CROCANTE IGUAL A ESSA E DE ABACAXI MELHOR AINDA, ESTOU SENTIDO O SABOR, HUMMMMMMMMM!!!

BEIJOS, ANDRÉA......

Ana Rita disse...

A de banana piscou me o olho!!!
Esse croc croc deve ser muito bom...

Bjoka
rita

Irene disse...

Huuum...croc croc....
que aspecto!
Tanto com banana ou abacaxi....Deve ser brutal!
bjs

Duxa disse...

Ai céus a sua cozinha me tenta...temos mesmo que responder qual dos dois gostámos mais????
Xiiiiii a tentação mora aqui, levo as duas ideias que gostei imenso!
Vai vendo aí uma casinha bem bacana pra mim tá???
Beijos grandes amiga.

Sandra Reis disse...

Maisa querida

ô menina gulosa, eu fico com a de abacaxi...rsrss
simplesmente divina, amiga, amei!

beijos

Irene disse...

Croc Croc!
Eu crocava sim! Se a apanhasse!
Que delícia Maísa
bjocas

"Manjares da Manu" disse...

Eu prefiro a crocante, mas tb aceito um pedacim da outra tb!!!!

Bjs... Ficou divino!!!

Regina Fernandes disse...

Meu DEUS!!!
Amiga que tentação é essa?
Adorei, tanto de abacaxi como de banana, são uma perdição!rs
Bjinho minha amiga.

Fla disse...

Risos... tem coisa que não tem como escolher né?
Adorei.
Bjs

Conceição Pimentel e Elizabete Pimentel disse...

Desccobri à pouco o seu blog, parei, pesquisei e adorei

vou voltar sempre

Parabens

http://pimentinhasnacozinha.blogspot.com/

Carla disse...

Maísa, preciso te contar uma coisinha... hihihihi... Você estudou psicologia, treinou para adestrar bichinhos ou coisa assim? Pavlov lhe é familiar? Acho que sim! Só pode, criatura! Pois lhe digo que é eu vir visitar seu blog e a boca encher d'água. hahahahahaah! Igualzinho os cachorrinhos do experimento de Pavlov. Mas também, né... crocante de abacaxi ou de banana? Logo essas duas frutinhas que, francamente, não conheço ninguém que não goste! Hahahahah!

Obrigada, querida, por mais esta receita pavloviana.

paty disse...

Que delícia Maísa :))Já te roubava uma fatia de cada, ehehehe.
Beijinho

Josy disse...

Maísa, adorei essa receita, principlamente por causa do croc croc, e as fotos já estão dizendo por si só. Linda, adorei...bjocas

Maísa disse...

Carla,
Vc quase acertou na mosca!Estudei sim, Pedagogia para ensinar criancinhas hahhahha
Pavlov, sua boba, já me foi muito familiar,mas sou mais Paulo Freire...sabe como é...aprendendo-fazendo ou errando (muuuuito) e aprendendo hahahahahahah, exatamente como vc com suas florzinhas...beijkas

Sandra Batista disse...

Maísa
Que sobremesas maravilhosas noa apresentas, tão fresquinhas e saborosas. Adorei as duas, ficaram com um aspecto fabuloso!
Beijinhos

recetasverocava disse...

Acabo de conocer tu blog de casualidad y tienes unas recetas buenisimas!! asi que yo aqui me quedo de seguidora y gracias por compartirlas con todos nosotros,espero verte pronto besines

Papinha Doce disse...

Olá Maísa,

este crocante ficou assim com um ar... que me deixa com vontade de experimentar.

Beijos
Maria José

MARIA disse...

Maísa, ficou uma verdadeira maravilha para o meu gosto!
Um beijo:))

Carla disse...

Paulo Freire também é meu grande conhecido. Huahahaha! Alfabetizei crianças por algum tempo, na rede municipal do Rio de Janeiro, antes de a coisa pegar muito e, na última turma, um guri de 9 anos me dizer ao pé do ouvido que ele não ia fazer trabalho de casa porque isso, para ele, era problema e os problemas dele, elezinho costumava resolver com uma 12. Assim... uma doze! Nessa intimidade toda. Caí fora, claro!

Bom, mas eu também gosto de Paulo Freire. Sou amiga da tentativa e erro. hehehe! Móito bom, melhor ainda quando são poucos erros e a gente já "intui" como a coisa é feita. Huashahaha!

Sobre Paulo Freire, ainda, dei aulas em uma escola em uma favela na zona portuária do Rio. Vivia discutindo com a orientadora da escola, que queria o método do Paulo Freire. Até aí, tudo bem. O negócio é que ela insistia em que eu ensinasse "favela" e eu queria ensinar "carro", "salaminho" e por aí vai. As crianças conheciam e sonhavam com carro. Salaminho, muitas nunca tinham comido, mas eu me encarreguei de, um dia, fazer um lanchão para todo mundo. Comprei um monte de salame, pão francês e Coca-cola, guardanapos e copinhos. As merendeiras cortaram tudo, fizeram montes de sanduíches. Distribuímos para as crianças, que adoraram e tiveram, claro, mais vontade de saber escrever pão e salaminho. Huahahahaha! Minha diferença para a orientadora é que ela queria ensinar a realidade dura e triste, enquanto eu queria ensinar o sonho. Paulo Freire é ótimo, mas acho que lá a coisa era levada demasiadamente ao pé da letra, ainda mais para crianças. Junto a isso, além de ensinar carro, salaminho e afins, a outra vantagem segundo outro método: vinham fonemas complexos, ao ponto que na favela, não. u.u

Beijocas, Maísa.

Maísa disse...

Carla,
Sei muito bem do q vc está falando, já senti isso na pele.
Se eu for te contar das minhas aventuras em sala de aula,e lutas em prol de uma educação com qualidade...Ah! minha amiga, daria pra escrever um livro, ou melhor, outro blog...hahahaha beijkas

❀Patrícia Brum❀ disse...

Oiii... amei o blog, já me tornei seguidora... aff me deu até fome...