quarta-feira, 6 de junho de 2012

Sequilhos de Nata e Coco da Vovó


Não tenho muita paciência para fazer biscoitinhos, bolachinhas e afins, mas estes sequilhos de nata e coco são tão especiais e tão gostosinhos que me aventurei nessa onda.
Esta receita é uma das velhas receitinhas de minha mãe, e torcíamos para que ela juntasse as tais natas rapidinho e fizesse estes sequilhos que derretiam na boca e sumiam num piscar de olhos.
Hoje, encontramos o pote de nata em qualquer bom supermercado, e nata nada mais é do que o creme de leite pasteurizado,com um teor maior de gordura e com consistência mais firme, parecendo uma pasta.


                                              Sequilhos de Nata e Coco da Vovó

Coloque numa vasilha 1 xícara (chá) de nata (usei um potinho de nata da Balkis com 230 g) + 1 colher (sopa) de manteiga + 1 xícara (chá) de açúcar + 1 colher (sopa) de fermento em pó. 

Misture tudo com uma colher até todos os ingredientes incorporarem.

Cubra com um pano e deixe descansar por 10 minutos.


Depois, junte 1 pires de farinha de trigo + 50 g de coco ralado + 500 g de amido de milho (não vai tudo, usei 3/4 do pacote). Misture tudo e amasse até ficar uma massa homogênea.

Faça rolinhos, formando cordões e corte do tamanho que desejar.

Asse em forno médio até os sequilhos ficarem levemente dourados. Não sai de perto porque é rapidinho...


O rendimento é de duas formas e para atender à todos, uma ficou mais tempo no forno e os sequilhos ficaram mais douradinhos e crocantes, a outra menos tempo e mais branquinhos e macios.

Verdadeiras delicinhas!

Recebi este comentário do meu amigo Marbene do blog do Marbene, um blog super especial, didático e repleto de delícias. Decidi postá-lo junto à minha receita, por ser tão interessante, rico e autêntico, bem ao estilo de tudo o que ele escreve... esse grande contador de "causos".
Enfim, um gran finale delicioso tal qual os Sequilhos de Nata e Coco da Vovó...

Olá Maísa, boa tarde!

Estou sempre atrasado, pena, adoro sequilhos.

Você lembrou bem esse lance de juntar natas para fazer quitandas.

No interior de Minas é assim até hoje. Sempre tem aquele sujeito que fornece leite caipira, diretamente da fazenda ou do sítio perto da cidadezinha encravada no sopé daquela montanha...que tem um córrego, uma vendinha, aquele contador de causos, da doceira, do moleque soltador de pipas, da beata juramentada, do carroceiro de aluguel...da freira, da feira, da capela, do memorialista que não se lembra mais...do fogão a lenha com linguiças dependuradas no varal.

As donas de casa abnegadas, cozinheiras de forno e fogão, recebem o leite e o fervem na mesma hora. Colocam-no depois de frios na geladeira contidos na mesma vasilha usada na fervura, mas tampada por que seguro morreu de velho!

No dia seguinte a gordura em suspensão aglutina-se formando uma "nata" espessa na superfície, possibilitando seu recolhimento com uma escumadeira e assim, juntada aos poucos, de acordo com as fervuras subsequentes, as natas são juntadas em potinhos improvisados de margarina e guardados no congelador.

Assim é o que fazemos quando não conseguimos adquirir creme de leite fresco por esses ocos de mundo esquecidos (ainda bem!) pelo progresso.

Tem coisa melhor que bater papo na porta da cozinha alheia, tomando um cafezinho passado na hora e comendo um sequilho carregado de boas lembranças?

Abraços minha querida.

Quinta-feira, Junho 07, 2012

Experimente também...

biscoitinhos de laranja

brisas com canela

rosquinhas crocantes com erva-doce

25 comentários:

Lurdes Losquinhos disse...

Devem ficar uma delicia!
Bjs

"Manjares da Manu" disse...

Hummm, este é o meu predileto!!!!
Tb faço sempre, com algumas modificações!!!
Mas com certeza é maravilhoso!!!

Bjs...

María Jesús disse...

QUe buenas, me gustan, me parecen deliciosas, bravo!!!!!

Sabor no Prato disse...

Oi Maísa. Seus biscoitinhos ficaram com um aspecto muito saboroso. Gostei demais, devem ser deliciosos.

Um abraço, Fabiana.
http://sabornoprato.blogspot.com

Sonia disse...

Que delícia Maísa.
São muito saborosos e ficam lindos.
Eu sou fã dos biscoitos e bolachinhas, por isso já estou levando a receita.
Beijos

Andréa disse...

Maísa,
estes biscoitinhos é daqueles que pede 1, 2, 3 e por aí vai e derrete na boca, hummmmmm!
Adoro sequinhos para acompanhar café com leite bem quentinho, hummmmmm!

Tenha um feliz feriadão!
bjs ♥

Érica disse...

Adoro esses biscoitinhos, minha mãe fazia sempre também, a receita é um pouco diferente, mas é uma delícia.
bjs

luci disse...

Devem ser delicioso já anotei a receita meu marido adora sequilhos beijos

Carla Colombo disse...

que gostinho de infância...

www.brisandonacozinha.blogspot.com

Beth disse...

Maisa, pelo aspecto que demonstram deve ser bem saborosos, adori biscoitos branquinhos!

Bjs

Liliane disse...

Adorei a receita, deve ter ficado uma delícia.
Parabéns.
Beijinho
www.caminhodagula.blogspot.com

Vivendo e Aprendendo disse...

Olá Maísa, sabe que tbm não tenho mt paciência para fazer biscoitinhos? Quase nem tenho receita deles no blog, mas pra comer eu devoro rapidinho, rs.
Bjsss
Sileni
www.viveraprendendo.com

Margarida disse...

Maisa,que sequilhos tudo de bom amiga... eu gosto muito desses biscoitinhos, e aqui em casa tenho sempre uma latinha ou com bolachas ou com biscoitos... meus filhos adoram!!! esses eu tb vou experimentar....

Beijocas

MARCO PASHA disse...

I never had this type of cookie before so it's definitly worth a try. Thank you for sharing

A Paixão da Isa disse...

ficaram tao bonitos e de nata devem ser uma loucura adorei mt bons de serteza bjs

Josy disse...

Humm delicinhas mesmo esses biscoitinhos Maísa e pra provar que gosto, comeria os dois, os mais branquinhos e o douradinhos, hehe
Amei. Beijinhos

REINVENTANDO disse...

Delícia com chá, cafezinho e chocolate, principalmente neste inverno. Bjs. Sandra

Danni e Lype disse...

Querida Maísa,
Esses sequilhos devem derreter na boca, né??? Que DELÍCIA!!! ADOREI!!!
Grande beijo, Irene

.:Artes by Gabi:. disse...

Huuuuum, que delícia!
Essa receitinha realmente me lembra a minha vozinha, mas tbm me leva ao passado quando eu era bem pequena e minha mãe fazia essas bolachinhas! Tudo de bom, né?!

Amei seu blog e já estou te seguindo. Faça-me uma visitinha e me siga tbm?
www.artesbygabi.blogspot.com

Bjs e Deus abençoe você!
Gabi

Marbene Araujo Bueno disse...

Olá Maísa, boa tarde!

Estou sempre atrasado, pena, adoro sequilhos.

Você lembrou bem esse lance de juntar natas para fazer quitandas.

No interior de Minas é assim até hoje. Sempre tem aquele sujeito que fornece leite caipira, diretamente da fazenda ou do sítio perto da cidadezinha encravada no sopé daquela montanha...que tem um córrego, uma vendinha, aquele contador de causos, da doceira, do moleque soltador de pipas, da beata juramentada, do carroceiro de aluguel...da freira, da feira, da capela, do memorialista que não se lembra mais...do fogão a lenha com linguiças dependuradas no varal.

As donas de casa abnegadas, cozinheiras de forno e fogão, recebem o leite e o fervem na mesma hora. Colocam-no depois de frios na geladeira contidos na mesma vasilha usada na fervura, mas tampada por que seguro morreu de velho!

No dia seguinte a gordura em suspensão aglutina-se formando uma "nata" espessa na superfície, possibilitando seu recolhimento com uma escumadeira e assim, juntada aos poucos, de acordo com as fervuras subsequentes, as natas são juntadas em potinhos improvisados de margarina e guardados no congelador.

Assim é o que fazemos quando não conseguimos adquirir creme de leite fresco por esses ocos de mundo esquecidos (ainda bem!) pelo progresso.

Tem coisa melhor que bater papo na porta da cozinha alheia, tomando um cafezinho passado na hora e comendo um sequilho carregado de boas lembranças?

Abraços minha querida.

anale disse...

Esas galletas tienen una pinta buenísima Maisa. Besos

Duxa disse...

Minha doce Maísa, nunca provei estes bolinhos, mas só de olhar fico a imaginar o seu sabor e textura, digamos que é mais ou menos um amor à primeira vista, entendes? Estão fantásticos!
O beijão.

Lourdes disse...

Olá Maísa vim aqui ver seu biscoitinho de nata que eu adoro, mas nunca fiz. Mas me detive no comentário do Marbene hehe- é um autentico contador de causos, eu fosse você incorporaria esse comentário no corpo do post, achei muito bacana!

Tô levando a receita.
Bjs

Salsa Verde disse...

Que delícia de biscoitos e que apetitosos ficaram. Adoro côco!!
Beijocas,
Lia.

Marbene Araujo Bueno disse...

Estou lisonjeado tanto pela distinção como pela sua amizade.
Obrigado Maísa.